/ Melhorar Conversão

Saiba como elaborar um elevator pitch perfeito

Um empresário não precisa atuar no mercado publicitário para saber que 40 segundos de propaganda no horário nobre da televisão aberta valem ouro. Apesar de terem focos totalmente diferentes, é possível dizer que uma campanha publicitária e um elevator pitch têm suas semelhanças.

A começar pelo valor da atenção do potencial cliente que escuta (ou assiste), finalizando pela relevância do conteúdo que será condensado em apenas alguns segundos.


Então, contagem regressiva. Neste post, saiba como dizer tudo que é preciso sobre sua empresa em um elevator pitch sem ter que tomar fôlego antes de começar! Vamos lá?

Entenda o que é um elevator pitch

elevador que representa o elevator pitch

É uma apresentação condensada e eficiente da empresa, ideia ou oportunidade de negócio para um cliente, parceiro ou investidor.

Seu conceito já deixa claro que ele tem propósitos diversos, sendo útil tanto para uma apresentação de plano de negócios a um investidor como para aproveitar um encontro inesperado com um potencial cliente em um evento ou feira do setor.

Também pode ser utilizado nas primeiras abordagens do inside sales, fluxo de nutrição de e-mails e até vídeos de curta duração nos endereços virtuais da empresa.

Sua principal característica, porém, é o curto espaço de tempo em que precisa ser realizado, como o tempo que um elevador leva para percorrer os andares de um prédio.

Mas como garantir que a mensagem transmitida será suficiente para ganhar a atenção do interlocutor? Obviamente, elaborando um bom pitch.

4 passos para criar um bom pitch curto

homem subindo as escadas para representar os passos de um elevator pitch

1. Saiba quais são as necessidades do potencial cliente

O fato de a apresentação ser curta não justifica a falta de preparação para ela. É preciso saber quais são as principais necessidades das buyers personas, sua linguagem e prioridades para usá-las na construção do argumento.

Se o pitch será direcionado para o gestor de um e-commerce, por exemplo, colocar estatísticas de performance e conversão de vendas pode atrair mais atenção.

Em um trecho passível de adaptação, é interessante inserir dados específicos ou que interessem o potencial cliente. Seja alguma informação captada nas primeiras interações do funil de vendas, seja algum dado pessoal que crie conectividade com o momento.

2. Insira exemplos de sucesso

É possível incluir comentários de satisfação de outros gestores ou números que confirmem o sucesso do produto ou serviço na prática.

Ao relatar um caso de sucesso, o potencial cliente pode projetar sua empresa conquistando os mesmos resultados e benefícios.

3. Utilize o storytelling

O storytelling é uma técnica adotada no marketing em que uma história, com personagens, cenários e lições, é utilizada para transmitir a informação da empresa.

Assim como nos contos infantis, a lição deve estar associada ao cotidiano do potencial cliente para que ele entenda sua relação com a história. Também pode relatar a experiência de sucesso de um cliente a partir do uso da ferramenta oferecida, demonstrando que aquela pode ser a realidade do seu público-alvo.

4. Mapeie todos os elementos que podem gerar dúvida

Isso inclui quem é você, o nome da sua empresa e sua especialidade. Pesquisas recentes e argumentos podem ser elaborados para responder as perguntas mais frequentes, como aquelas relativas à segurança dos dados da empresa que deseja armazená-los na nuvem.

O pitch pode, então, ser criado em blocos, nos quais algumas partes serão ajustadas de acordo com o interlocutor e suas particularidades, enquanto outras serão responsáveis por conter informações sobre os diferenciais da empresa.

E tudo isso de maneira condensada em menos de um minuto. Por isso, assim como na televisão, são segundos que valem ouro e podem gerar muitos negócios.

Boas práticas do elevator pitch

lupa com uma ferragem no centro para representar as boas praticas do elevator pitch

É claro que muitos vendedores gostariam de ter mais do que alguns segundos com seus potenciais compradores, mas o exercício de resumir o discurso muitas vezes pode ser mais benéfico do que prejudicial para a negociação. Então, algumas boas práticas podem valer a pena. Confira quais são elas:

Faça um discurso breve

Não se trata de uma orientação redundante. Quanto mais breve e impactante for o discurso, melhor. A General Electric, por exemplo, carrega o pitch "Se dá para imaginar, dá para fazer" até mesmo ao lado de seu nome nos resultados das buscas no Google.

Outras empresas, inclusive, usam um pitch de apenas uma palavra. Portanto, para um elevator pitch, menos também é mais.

Considere a sonoridade das palavras

Um pitch pode contar com uma rima ou cadência interessante na sonoridade das palavras. Assim, além de entreter o interlocutor, também será mais fácil de ser memorizado.

Faça perguntas

Provocar questionamentos prende a atenção do potencial cliente. Ele pode estar em busca daquela resposta ou nem mesmo saber por que ainda não havia feito aquela pergunta.

De qualquer maneira, o argumento forte que virá a seguir determinará que a empresa é, de fato, a solução que ele precisa para resolver seu dilema.

Pitchs de elevador para inspirar

lampada representando os pitchs de elevador para inspirar

Para que as ideias fluam de maneira ainda mais criativa, conhecer pitchs bem elaborados pode ser uma boa fonte de inspiração. Quer ver alguns exemplos?

Pitch com questionamento

Quando foi a última vez que sua empresa reconheceu legalmente assinaturas dos clientes em cartórios?

Usando a modalidade de assinatura virtual, 88% dos clientes que acompanho já conseguiram triplicar suas vendas no ambiente digital sem ter que abrir mão da formalização contratual.

Sei que seu e-commerce tem potencial para crescer!

Quando sua empresa estiver pronta para compreender mais sobre essa ferramenta, estarei à disposição. Meu nome é Leandro, e se me permite, farei uma conexão por meio das redes sociais e e-mail para conversarmos sempre que precisar.

Pitch instigante

Olá, sou Leandro, da corretora de valores Jazz & Blues, e vou dar o conselho mais importante para conquistar seus funcionários.

Conheci no fórum passado um empresário que estava sofrendo com a alta rotatividade de seus colaboradores e, consequentemente, com a qualidade dos seus serviços.

Como ele era um investidor nato, elaboramos um plano de previdência para seus funcionários em que uma parcela do valor era subsidiada por ele. A satisfação foi tão grande que até hoje ele recebe abraços pelos corredores da empresa, que, aliás, atualmente é líder de seu mercado.

Então, sua empresa sofre com a rotatividade de funcionários? Cuide da saúde financeira deles e colha os resultados que deseja no seu negócio.

Pitch que reforça diferenciais e valores

Acreditamos que projetos arquitetônicos devem conciliar beleza e funcionalidade.

Por isso, o processo criativo do OBS Arquitetura começa entendendo as necessidades das pessoas que habitarão seus ambientes. Sim, pessoas. Nosso sucesso em 5 anos de mercado se deve ao fato de desenharmos pensando nelas, e construirmos por elas.

Meu nome é Leandro e faço um convite para que você entenda nosso conceito justamente visitando nosso escritório para um cafezinho. Vamos marcar?

O elevator pitch é uma ferramenta de negociação que tem muitas aplicações, principalmente nas rotinas agitadas dos clientes. Se nesses poucos segundos for possível demonstrar a capacidade da empresa em atender suas necessidades, o potencial cliente poderá avançar no funil de vendas.

Quer conhecer outras ferramentas como essa? Assine nossa newsletter e receba todos os conteúdos relacionados à gestão de clientes.