É mais do que natural que, como empresas, estejamos sempre em busca de novas formas de atrair, converter e conquistar os clientes. Infinitas estratégias de marketing digital inundam o mercado com essa mesma proposta quando nem sempre elas atingem os resultados que prometem.

Mas isso sem uma explicação simples, o problema de tais objetivos é que elas não olham para um fator essencial, o comportamento do consumidor .

Sendo o cliente o centro de todas as ações de uma marca, é mais do que necessário que se saiba detalhadamente dois pontos sobre ele. O primeiro deles é quem ele é e o segundo é como ele age .

Com essas informações em mãos será muito mais simples moldar suas estratégias de acordo com as características de seu público, fazendo delas muito mais rentáveis!

E para ajudar nesse processo de conhecer seu cliente, vamos aprender um pouco sobre o comportamento do consumidor, como ele funciona e em que questões ele pode te ajudar.

Boa leitura!


O Comportamento do Consumidor e o ZMOT

É fato que o modo como os clientes compram se alterou nos últimos anos. Afinal, um processo de avaliação de possibilidades que antes durava dias, infinitas ligações e muita papelada, agora pode ser feito de forma simples e fácil pela internet. E em apenas algumas horas.

Por mais que não pensemos nisso constantemente, precisamos entender de que forma os consumidores migraram seus hábitos de compra do mundo físico para o digital, já que essa é a forma como eles compram hoje em dia.

Olhando para esse aspecto, entramos em contato com um conceito chamado de ZMOT (Zero Moment of Truth), ou simplesmente momento zero da verdade em português.

O ZMOT nada mais é do que um período no qual o consumidor está em busca de informações para tomar sua decisão de compra. Ou seja, é aquele momento no qual coletamos dados para escolher se vamos ou não comprar algo.

Descoberto há poucos anos em pesquisa realizada pelo Google e pela Shopper Sciences, o momento zero da verdade diz muito sobre o modo de agir dos clientes.

Em suma, após entrevistar os públicos de mais de 5 mil empresas, foi descoberto que os consumidores têm uma espécie de modus operandi de compra, chamado pelo ZMOT de Pilares.

Os pilares são diretrizes de comportamento que nos guiam para que sejamos capazes de acompanhar esse modo de agir, ou seja, de oferecer o que o cliente procura no momento correto. São eles:

  • Ranqueamento orgânico em mecanismos de busca
  • Busca por tabelas e listas comparativas entre produtos, serviços ou empresas
  • Avaliações e reviews online de antigos clientes
  • Procura por cupons de desconto ou outras vantagens de compra

Para que você possa compreender melhor como o ZMOT nos guia pelo comportamento do consumidor, vamos detalhar seus dois primeiros pilares.

Mas antes, deixamos como sugestão esse vídeo no qual você poderá entender um pouco mais sobre o momento zero da verdade!

https://www.youtube.com/watch?v=-Jj-ybZRxOE

Ranqueamento orgânico em mecanismos de busca

O uso dos meios digitais como ferramenta de pesquisa das necessidades de consumo dos clientes é uma constante na vida do cliente moderno que precisamos acompanhar.

Seja você de qual nicho de mercado for, afirmo com certeza que o seu público usa de plataformas como Google, Yahoo! ou Bing antes de fazer uma compra!

Assim, precisamos entender primeiramente o funcionamento desta pesquisa para então nos adequar a ela e chegar até os clientes. Desse modo, começamos por uma definição rápida entre os tipos de ranqueamento.

O ranqueamento orgânico é aquele no qual as páginas são organizadas em ordem de importância pelos algoritmos da plataforma de buscas. Um bom posicionamento é sinônimo de qualidade e mostra para o cliente que o seu conteúdo é bom e entrega o que ele deseja.

Entretanto, há outro tipo de ranqueamento, os anúncios. Eles costumam se concentrar no topo das páginas de busca e precisam de investimento monetário para isso, ou seja, você paga para que seu link apareça.

Essas páginas costumam ter acesso dos clientes por causa de sua posição, mas não atraem tanta atenção e confiança da parte deles, uma vez que sabem que o fato de estar naquela colocação foi por um anúncio.

Com essas informações em mãos fica mais fácil entender os dados coletados pela Smart Insights ainda em 2021. De acordo com a pesquisa, descobrimos que os consumidores têm por comportamento recorrente acessar exclusivamente os 3 primeiros colocados organicamente nos mecanismos de pesquisa.

Em dados brutos, sabemos que o primeiro colocado de modo orgânico fica com 34% de todos os acessos em cada uma das pesquisas realizadas nestes sites.

O segundo colocado cai pela metade, com 17%, enquanto o terceiro fica com apenas 11%.

Desse ponto em diante, os dados de acesso caem tanto que por volta do link de número 15 eles se tornam nulos, como podemos observar nessa tabela.


Assim, para que consiga acompanhar esse comportamento do consumidor, é essencial investir em estratégias de SEO e Marketing de Conteúdo, de modo a se posicionar bem em tais mecanismos de pesquisa.

Busca por tabelas e listas comparativas entre produtos, serviços ou empresas

Este segundo pilar é um tanto mais fácil de ser entendido. Afinal quem nunca ficou em dúvida em um momento de decisão de compra?

Se você já está há algum tempo no ramo do marketing, deve ter escutado falar que nem sempre dar muitas opções é uma boa ideia. Isso pelo simples motivo de que os seres humanos são naturalmente indecisos.

Quanto maiores as opções maiores são as chances de o cliente desistir da compra por medo de fazer uma escolha errada.

Como forma de evitar isso, eles têm por hábito procurar por tabelas ou listas comparativas de produtos, empresas e serviços.

Ao colocar as características do que você oferece lado a lado, ajudará eles escolherem sem que se sintam inseguros, aumentando não apenas as chances dos clientes consumirem, mas deles consumirem de você!

Conclusão

O Comportamento do Consumidor é uma perspectiva moderna de algo nem um pouco novo. Esse modo de agir dos clientes sempre esteve aí, mas só agora algumas empresas notaram o quão importante ele pode ser para o ramo.

Ao compreender como seu consumidor age, você será capaz de influenciá-lo da maneira correta, poupando tempo, gastos e esforços com estratégias que não vão virar para o seu público.

E agora que já sabe de tudo isso, que tal nos deixar seu comentário antes de começar a pesquisar o comportamento do seu consumidor?